Busca Avançada

Total de ONGs Cadastradas: 210

Alan Maia é selecionado para programa internacional

PRESIDENTE DA AGÊNCIA DO BEM PARTICIPOU DO FELLOWSHIP DA FUNDAÇÃO FORD

Em março foi realizado pela primeira vez no Brasil, em São Paulo, o Ford Motor Company International Fellowship, um dos mais tradicionais programas globais de reconhecimento e apoio a lideranças do Terceiro Setor, e que faz parte do conjunto de iniciativas sociais da fabricante multinacional de automóveis Ford. Dentre mais de 150 inscritos para participar do evento, dos quais foram apenas 12 selecionados, estava Alan Maia, presidente da Agência do Bem.

Atuante na área social há mais de 25 anos, Alan possui um longo histórico de ações no Terceiro Setor, sendo um dos fundadores da instituição que preside há 13 anos e que possui importantes prêmios e reconhecimentos. “Na verdade eu me vejo como representante de algo que está além de mim, que é a Agência do Bem. Portanto, esse reconhecimento que veio para a pessoa física se justifica pelo bom trabalho da instituição que represento. Esse mérito precisa ser compartilhado com centenas de pessoas que contribuíram ao longo dos anos para que a Agência do Bem se tornasse uma organização de destaque a esse ponto de nos levar a integrar um grupo tão seleto de lideranças do terceiro setor”.

O programa, que já acontece há quase duas décadas, trouxe na sua última edição workshops, discussões em grupo e treinamento prático com especialistas internacionais durante cinco dias consecutivos, com objetivo de fazer com que as organizações representadas crescessem ainda mais nas ações e no impacto de suas atividades. “A gente sempre tem o que aprender, o setor social é muito dinâmico, temos a todo tempo o surgimento de novas ferramentas e tecnologias ou novas abordagens a questões que julgávamos bem conhecidas. Também foi muito bom poder dedicar alguns dias para refletir sobre as nossas práticas e métodos de atuação. Mas certamente a melhor parte foi conhecer e trocar experiências com outras lideranças que fazem trabalhos incríveis para o desenvolvimento humano e social do nosso país”, complementa Alan Maia.

Ao fim desta experiência, toda a organização sai fortalecida, acumulando bagagem para o planejamento e execução das ações. Só no início do ano, o projeto das Escolas de Música e Cidadania passou a estar presente em outros 05 estados.